ESQUECEU SUA SENHA?

*

E agora? Meu filho está doente de mais para ir à escola? PARTE II

 

Em nosso post anterior (clique aqui para acessar), começamos tratando de um assunto que aflige muitos pais: meu filho ficou doente, e agora? É algo simples e posso manter a rotina normal dele, levando-o à escola? Ou devo permanecer com ele em casa?

 

Nessa segunda parte do nosso post, iremos pontuar algumas medidas que podem ajudar na recuperação da criança, para que seu filho possa voltar logo à escola. Importante salientar que aqui estão medidas simples, cotidianas e não instruções médicas. Sempre consulte um médico.

 

 

Existem medidas que eu possa tomar, para que ele possa voltar logo à escola?

 

Qualquer quadro infeccioso gera atenções específicas e por isso sempre devem ser orientados por um médico para que a doença não se agrave.

 

Ao ser orientado a tratar o seu filho em casa (considerando que trata-se de um quadro onde não há necessidade de internação hospitalar), dê maior atenção à higiene pessoal da criança e de todas as pessoas que estão próximas a ela. Lave as mãos com maior frequência, estimule a criança a assoar o nariz mais vezes, caso a criança ainda use fraldas, faça as trocas em intervalos menores de tempo, procure não deixar a criança em um ambiente muito fechado por muito tempo (caso o clima ajude, faça pequenos passeios fora de casa).

 

A ingestão de líquidos, principalmente água, também ajuda. Sucos naturais, feitos na hora e muitas frutas. Caso a criança esteja com dor de garganta, administrar líquidos e comida pode ser bem complicado, nesse caso, consultar um medico é imprescindível, pois dependendo do caso, poderá ser necessário ministrar soro à criança.

 

Nos períodos de tempo muito seco, os quadros de problemas respiratórios de agravam e umidificar o ambiente se faz necessário. Algumas pessoas se sentem mais confortáveis colocando uma bacia de água próximo à cama, outras não sentem diferença com esse método e preferem investir em um umidificar elétrico para ambientes. Hoje existem muitas opções de umidificadores de ar, vale o investimento.

 

No caso de doenças em bebês, a consulta à um médico é sempre muito importante, pois os bebês estão mais suscetíveis à doenças. Nunca ministre nenhuma medicação a um bebe, sem recomendação médica. Doses erradas de remédio (seja a mais ou a menos) podem trazer consequências desastrosas, não cometa esse erro.

 

Boa sorte!

 

 

Fontes:
http://brasil.babycenter.com/a7600034/como-saber-se-a-crian%C3%A7a-est%C3%A1-doente-demais-para-ir-%C3%A0-escola

http://www.conversandocomopediatra.com.br/paginas/materias_gerais/criancas_doentes_em_casa.aspx

http://educador.brasilescola.uol.com.br/sugestoes-pais-professores/saude-na-escola.htm

 

Leia também:

9 dicas para uma lancheira saudável em tempos de crise!

 

A magia da infância ultrapassando os limites do saber... 
Topo