ESQUECEU SUA SENHA?

*

Proclamação da República do Brasil

Já era final da década de 1880 e a monarquia brasileira passava por uma crise. O governo já não correspondia às mudanças sociais que estavam acontecendo no Brasil e fazia-se necessário implantar uma nova forma de governo.

 

A crise da monarquia tinha relação direta com alguns fatores como: interferências de Dom Pedro II nos assuntos religiosos (o que gerava problemas com a Igreja Católica); insatisfação dos militares (que não podiam se manifestar sem autorização); crescimento da classe média, que desejava ter mais liberdade nos assuntos políticos do país e também faltava apoio dos proprietários rurais, principalmente os cafeicultores que queriam maior poder político (afinal tinham conquistado grande poder econômico).

 

 

Já dá pra imaginar a pressão que Dom Pedro II vinha sofrendo não é? Igreja, Militares, População e Cafeicultores... Era bastante gente insatisfeita com a forma de governo.

 

Por outro lado, o movimento republicano ganhava força e foi aí que, em 15 de novembro de 1889, o Marechal Deodoro da Fonseca, com o apoio dos republicanos, demitiu o Conselho de Ministros e seu presidente. Na noite deste mesmo dia, o marechal assinou o manifesto proclamando a República no Brasil e instalando um governo provisório.

 

Foram 67 anos de monarquia no Brasil, regime que chegava ao fim naquele dia.
Alguns dias depois, D.Pedro II e a família imperial partiam rumo à Europa e por aqui ficou Marechal Deodoro da Fonseca, que assumiu provisoriamente o posto de presidente do Brasil.

 

Era o marco de uma grande mudança para o povo brasileiro, a partir daquele momento, o país seria governado por um presidente escolhido pelo povo através de eleições populares.

 

 

Leia também:

Apresentação de Final de Ano - Escola Mundo Mágico 

A magia da infância ultrapassando os limites do saber... 
Topo